O diretor geral da Itaipu Binacional,     ministrou nesta sexta-feira (25) a palestra “Ações e Sustentabilidade”, na IV Convenção do Sistema CFA/CRAs, em Foz do Iguaçu, no Paraná. Assim como as demais apresentações, a TV e a Rádio CRA-RJ também transmitiram esta ao vivo.

O presidente do CRA-PR, Adm. Gilberto Griebeler saudou o palestrante e o agradeceu por toda a dedicação com a cidade de Foz do Iguaçu, que evoluiu na mesma proporção que Itaipu.

Samek falou sobre o casamento entre desenvolvimento e sustentabilidade. Segundo o diretor, a soma de preservação ambiental com avanços econômicos é totalmente possível se existir uma gestão qualificada e todas as ações forem feitas com responsabilidade e consciência.

“Nosso país foi contemplado com todo o tipo de riqueza natural. Temos que saber utilizá-las, onde investir e, sobretudo, saber preservar”, disse.

O palestrante citou as dificuldades do Brasil em construir novas infra-estruturas, e lembrou que o país está há 20 anos sem construir outra hidrelétrica por conta das constantes crises que atrapalharam sua economia:

“As crises são difíceis, mas em todos os países desenvolvidos as experiências antigas e os reservatórios foram reaproveitados e houve até incentivo para que as demais nações chegassem ao mesmo patamar. E o Brasil precisa aproveitar. Sem a permissão de novos investimentos é impossível evoluir”, advertiu.

Por fim, Jorge Samek explicou o projeto e as vantagens da construção da Itaipu Binacional para o Brasil e o Paraguai, além de exaltar iniciativas como essa:

“São vários hectares integrados e benéficos para a sustentabilidade. O objetivo de construir a Itaipu binacional é sempre gerar energia elétrica de qualidade, com responsabilidade social e ambiental. Esse trabalho impulsiona o desenvolvimento econômico, turístico e tecnológico, sustentável, tanto no Brasil, quanto no Paraguai”, finalizou.

IV Convenção - Sustentabilidade Jorge Samek 013 IV Convenção - Sustentabilidade Jorge Samek 017