Edgar H. Schein

O planejamento e o desenvolvimento dos recursos humanos emergem com crescente importância como determinantes da eficácia das organizações. Não obstante, continuam, com exagerada freqüência, a não merecer a atenção dos gerentes “de linha”. A expansão das organizações aumenta a complexidade dos seus ambientes operacionais, tomando-as mais dependentes das pessoas que as integram. O presente artigo focaliza dois aspectos-ehave: 1) a crescente importância do planejamento e desenvolvimento dos recursos humanos como fatores de eficácia das organizações; e 2) como articular os elementos dos sistemas correspondentes, a fim de tomá-los mais efetivos. Constitui condição de eficácia desses sistemas, concluí o autor, a inclusão dos seus múltiplos elementos tanto entre as responsabilidades dos gerentes “de linha” quanto entre as atribuições normais dos especialistas dos órgãos “staff’. (Nota do editor) (*)

Download

Ler versão Digital