O Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro impugnou os editais dos Concursos Públicos das Prefeituras de Engenheiro Paulo de Frontin e Sapucaia para a contratação de diferentes cargos, incluindo o de Gestor Público.

shutterstock_110346737Analisando os editais, o Conselho do Rio constatou que a formação solicitada como requisito para a ocupação do cargo, em ambas as prefeituras, não era de acordo com as atribuições de um Gestor Público. Dessa forma, foi pedida a impugnação dos concursos, solicitando a alteração dos editais reservando o cargo de Gestor Público apenas para candidatos graduados em Administração ou Gestão Pública com registro profissional junto ao CRA-RJ.

O setor de Fiscalização enviou dados sobre a legislação em vigor para as Prefeituras e forneceu as informações sobre a regularização do documento. A Prefeitura de Engenheiro Paulo de Frontin já atendeu à solicitação e o edital foi retificado.

“A ação de fiscalização do CRA-RJ alcança qualquer tipo de empresa, seja pública ou privada e organizações com ou sem fins lucrativos. Essa atuação é fundamental para que o empregador e a sociedade tenham certeza de que as atividades de Administração e Gestão estão sendo exercidas por profissionais legalmente habilitados para tal”, afirmou o Adm. Leonardo Fuerth, superintendente do CRA-RJ.

O objetivo do CRA-RJ em ações de Fiscalização como essa é preservar o exercício legal da profissão no Estado, buscando a presença de profissionais realmente aptos para o desempenho da profissão. Se você verificar alguma irregularidade, pode entrar em contato com o Setor de Fiscalização do CRA-RJ através do Clique-Denúncia.