Que o Brasil está passando por uma severa crise nas instituições político-econômicas não é novidade. A questão é como agir para superar tal situação. Nessa linha, o Adm. Bianor Cavalcante, diretor internacional da Fundação Getúlio Vargas (FGV), alerta quanto a falta de gestão pública de qualidade, incompetência política e sobre a falta de protagonismo dos Administradores dentro das instituições governamentais. Mas também ressalta caminhos que podem mudar o cenário atual.

Segundo Bianor, apesar da dificuldade de análise e compreensão dos fenômenos que levaram o país ao colapso, especialistas de diversas áreas têm se debruçado dia após dia sobre o tema para encontrar soluções.

Adm. Bianor Cavalcanti“Todo esse esforço nos ajuda a ter uma leitura mais diagnóstica e prognóstica, e já está apontando as luzes que podem iluminar as transformações necessárias. Certamente, estamos a ponto de viver um tempo de mudanças institucionais, de mecanismos de governança, no aparato dos diplomas legais que orientam a Administração Pública, que terão impactos diretos nos comportamentos das pessoas”, expõe o Administrador.

Diante do cenário pouco favorável, Bianor defende que é preciso ter otimismo e destaca o papel da imprensa no processo de reparações políticas.

IMG_5545“Eu sempre dizia aos meus alunos o seguinte: ‘confiem na democracia’. A democracia e a imprensa livre vão fazer com que surjam acusações mútuas no cenário da própria política que irão, evidentemente, levantar pontos para mudanças importantes. A própria luta entre as facções políticas fará com que as distorções maiores aflorem, como tem acontecido e isto nos promete um Brasil melhor”, disse o Administrador.

Bianor também chama a atenção para o aparelhamento dos profissionais de Administração pública. Segundo ele, os políticos buscam seus próprios interesses e o gestor, muitas vezes, ‘acaba se voltando para o seu próprio umbigo, seus interesses corporativos’. Então, ao invés de estar pensando no Brasil, na clientela [população] da sua organização, no contribuinte, ele está voltado para o seu próprio interesse, para tirar proveito das situações.

Há uma entrevista completa com o Administrador Bianor Cavalcante na Rádio e na TV CRA-RJ sobre o tema. Acesse o site e assista ou ouça na íntegra.