Por Érika dos Anjos |

Eficiência. Este pode ser traduzido como o principal foco da novo Módulo Contabilidade que entrou em vigor no início do mês no Sistema Integrado de Fiscalização e Autoatendimento (Sifa) do CRA-RJ. A ferramenta reforça o caráter especial do sistema que foi inteiramente adaptado à realidade e aos processos da instituição e afetará diretamente toda área administrativa e financeira, compras, patrimônio, almoxarifado, licitação, contratos, entre outros.

Anteriormente, o Sifa, para o estudante, profissional e empresa registrada, ele já era totalmente contábil. Agora, ele também o será para todo corpo técnico do Conselho, validando e homologando todos os valores contábeis da instituição, sem possibilidade de erros de digitação em todo processo, além de trazer mais rapidez e agilidade aos lançamentos.

“Um exemplo claro do nosso trabalho aqui: ao fazer uma nota de emprenho, precisávamos recolocá-la no antigo sistema, fazer uma apropriação contábil e diversos outros cálculos manuais. Nesse Módulo Contabilidade, já é tudo automático. Ao gerar uma nota de empenho, tudo é gerado de forma automatizada, muito mais rápida e sem a opção de erros humanos, já que não há uma pessoa lançando todo aquele montante. Com isso, algo que demorávamos uma semana, pode agora ser feito em cerca de 2 horas!”, salientou o coordenador de Finanças do CRA-RJ, Adm. José Ricardo da Silva.

Isso se deve à integração de todas as ferramentas, que passam a ser diretamente integradas. Além disso, este é o único sistema de contabilidade de conselhos profissionais que está integrado ao MCasp (Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público), que visa colaborar com o processo de elaboração e execução do orçamento.

“Neste módulo, você tem um start que desencadeia várias operações sem que o operador, no caso um colaborador do CRA-RJ, tenha que ficar tendo retrabalho, pegar documentos de um lado e manipular do outro, eu otimizo totalmente o processo ao usar somente uma interface”, salientou o Adm. Marcelo Borges, diretor da Fattoria Web, responsável pela implementação do projeto.

Outro benefício para o colaborador da instituição é que muitas rotinas eram feitas de forma manual e agora, diretamente no Sifa, as respostas são muito mais rápidas, assim como todos os relatórios contábeis, que antes eram manipulados diversas vezes e por várias pessoas. Com isso, o contador passa a ser um analista e não atuar mais de forma braçal.

Testes positivos

O Módulo Contabilidade está no Conselho desde julho, onde ‘rodava’ de forma concomitante com o sistema antigo.

“Fizemos todos esses meses de testes a fim de que pudéssemos ter certeza de que todos os relatórios estavam sendo feitos corretamente, a demanda estava totalmente suprida e os colaboradores satisfeitos com o progresso. Assim, pudemos começar 2020 com a plena certeza de funcionamento do sistema”, relatou o gestor do Sifa no CRA-RJ, Tecnol. Marcelo Vieira, salientando ainda que o módulo fornece os dados necessários e na íntegra para o Portal Transparência, além de ter relação direta com o Tribunal de Contas.

O Sistema CFA/CRAs também terá vantagem na instalação do Módulo, já que são enviados mensalmente para o Conselho Federal documentos, balanços e balancetes.

“Agora será tudo sem nenhum atraso, cumprindo regiamente a tabela de prazos do CFA. No anterior, demorávamos a identificar um erro, mas agora será em tempo real. No máximo dia 5 do mês conseguinte estaremos com esse relatório fechado, quando no sistema antigo era um mês pra achar a questão e resolvê-la”, ressaltou o Adm. José Ricardo da Silva.

Com o novo Módulo de Contabilidade, a assinatura de documentos será totalmente on-line, de forma eletrônica, sem nenhum arquivo físico, gerando menos custo e, é claro, sustentabilidade absoluta, já que eram processos enormes que precisavam ser impressos estarão salvos e seguros na ‘Nuvem’.

É o CRA-RJ trabalhando em prol do profissional, da empresa e da sociedade.