O Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro reuniu a equipe de colaboradores da sede e os representantes das Casas do Administrador dos municípios de Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Macaé, Niterói, Nova Friburgo, Petrópolis, Teresópolis e Volta Redonda para discutir as novas ações para 2014 e apresentar os resultados do ano anterior.

O presidente do CRA-RJ, Adm. Wagner Siqueira conduziu a abertura do encontro e falou sobre a importância dos indicadores. “O Conselho está inaugurando um novo momento e precisamos cada vez mais institucionalizar as nossas ações”, afirmou. Segundo o Adm. Wagner Siqueira, cada unidade do Conselho em outros municípios existe para auxiliar na missão e ampliar o alcance da mensagem divulgada pelo CRA-RJ.

Em sua apresentação, o presidente do CRA-RJ contou que estão previstos para o próximo ano a realização de três Encontros de Professores e Coordenadores de Cursos de Administração (Eprocads). “Com esses eventos poderemos dar um grande apoio às instituições de ensino de nível superior e promover a troca de informação e conteúdo entre os Administradores das regiões contempladas”, avaliou. Siqueira destacou ainda que os locais para a realização dos Eprocads não foram definidos.

“O tripé que sustenta as atividades do Conselho são serviços, tecnologias e comunicação. É preciso que essa estrutura também esteja presente no dia a dia das Casas do Administrador”, concluiu Siqueira.

Na sequência, a coordenadora de Interiorização, Adm. Marta Almeida enfatizou a atuação dos colaboradores nos diversos municípios do Rio de Janeiro. “Temos que parabenizar cada um dos membros das equipes das Casas do Administrador. Eles aprenderam o trabalho de cobrança e desempenham com grande êxito e facilidade essa atividade tão importante para o Conselho”, explicou.

Os novos indicadores de desempenho das Casas do Administrador foram apontados pelo superintendente do CRA-RJ, Adm. Leonardo Fuerth. Ele destacou que os objetivos do instrumento são acompanhar o desempenho de cada unidade, apresentar dados relativos à produtividade, aumentar os índices de eficiência e eficácia, proporcionar experiências de benchmarking e permitir a revisão de antigos procedimentos para contribuir com a melhoria de desempenho.

O Adm. Leonardo Marques, chefe da Fiscalização e o Adm. Paulo Cesar Coelho, coordenador do setor, apresentaram orientações sobre os procedimentos operacionais da atividade. “As denúncias encaminhadas pelos representantes e colaboradores de cada região são fundamentais para que o CRA-RJ atue em cada município”, explicou o Adm. Paulo Cesar.

Marques apresentou a forma de atuação da Fiscalização do CRA-RJ. “O primeiro passo do nosso processo é o envio do ofício normativo. Com ele é possível verificar as possíveis irregularidades existentes na organização. As principais são atividades ligadas à ciência de Administração sendo desempenhadas por colaboradores com diversas formações e a falta de registro profissional”, esclareceu.

Para concluir a apresentação, a chefe de registro de pessoas físicas, Ana Maria Martins e o assessor de Relações Acadêmicas, Adm. Raphael Monteiro citaram dados importantes e apontaram as ações que podem ser aprimoradas no próximo ano.

 “O Autoatendimento deve reunir todos os serviços do Conselho e novas funcionalidades estão sendo implementadas. Por isso, a familiarização com o Sistema CRA-RJ é fundamental para o sucesso das atividades das Casas”, contou Ana Maria.

Os registros de graduandos e as palestras em instituições de ensino de nível superior foram abordados pelo assessor de Relações Acadêmicas. “Os representantes precisam estar atentos a esse segmento para estreitar ainda mais a relação dos estudantes com o CRA-RJ”, avaliou ele. Segundo Monteiro, é preciso desenvolver ações que contribuam para o desenvolvimento da imagem do Conselho em cada região.

Conheça a Casa do Administrador de sua região, clique aqui.

image2 image3 image4 image5