O Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro promoveu no dia 9 de julho,   no Auditório Adm. Gilda Nunes, a palestra “Propriedade intelectual – A importância do uso estratégico do sistema de proteção”, com a palestrante Rita Pinheiro Machado, pesquisadora do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Convidada pela Comissão Especial da Mulher Administradora, a palestrante esclareceu ao público o que é e para que serve a propriedade intelectual.

IMG_4794“Quando falamos de propriedade intelectual, falamos de uma criação feita pelo intelecto humano, que nos dá propriedade sobre aquilo que produzimos. Ela também pode ser definida como um sistema criado para garantir a exclusividade sobre uma ideia”, explicou.

Rita Pinheiro Machado relatou as primeiras patentes de criação no Brasil, detalhou os tipos de propriedades intelectuais e patentes e falou sobre a diferença entre descoberta e invenção.

“Produzir energia elétrica foi uma descoberta e a possibilidade de usar um utensílio para reproduzir a energia em forma de luz, a lâmpada, foi à inovação. As patentes produzem categorias de criação e temporiamente protege as invenções em um prazo de 15 à 20 anos, através do governo do estado que concede esse privilégio para alguém, após os 20 anos de validade da patente ela vira um domínio público e qualquer pessoa pode usar. As patentes não são renovadas e excluem a possibilidade de outra pessoa usar aquilo que já foi inventado”, esclareceu.

Ao final da palestra, Rita Machado debateu e respondeu perguntas do público que participou de sorteios de brindes.