O presidente do Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro,   Adm. Wagner Siqueira, foi homenageado na última quinta-feira com  o prêmio “Personalidade Cidadania 2013”. O evento, que é promovido anualmente pelo jornal Folha Dirigida, pela Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e pela Academia Brasileira de Filosofia, aconteceu na sede social do Jockey Club Brasileiro, no Centro.

Em seu discurso, o presidente do CRA-RJ  falou da importância da figura do Administrador para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária para todos.

 Wagner

“Não é possível construir uma cidade melhor sem que as instituições públicas e privadas sejam geridas por profissionais éticos e responsáveis”, explicou.

Ainda de acordo com Wagner Siqueira, dentro das instituições as situações totalitárias e discriminatórias acontecem.

“É numa organização que a cidadania se realiza ou não, que a democracia expressa a plenitude de suas qualidades e de seus defeitos, de suas forças e de suas fraquezas.”, avaliou.

O presidente do Conselho Federal de Administração, Adm. Sebastião Mello, foi convidado por Siqueira para ser seu padrinho e entregar o prêmio, durante a solenidade.

Platéia

Também foram homenageados a presidente do TJ-RJ, desembargadora Leila Mariano; o ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto; o jurista Célio Borja; o prefeito do Rio, Eduardo Paes; o escritor Frei Betto; o presidente do Conselho Superior da Associação Comercial do Rio de Janeiro, Humberto Motta; a chefe da Polícia Civil Martha Rocha; o deputado federal Otavio Leite; e o jornalista e escritor Zuenir Ventura. As três instituições homenageadas no evento foram a Arquidiocese do Rio de Janeiro, a OAB-Niterói e o Sesi Cidadania.

Sobre o prêmio

O Prêmio Personalidade Cidadania existe desde 2005 e é concedido a pessoas e instituições que contribuíram para a defesa dos direitos do cidadão, o fortalecimento das políticas de promoção social e valores éticos. Os homenageados foram eleitos por 4.382 votos, membros do colégio eleitoral formado por diferentes segmentos da sociedade. A votação foi secreta e cada membro enviou até três indicações em cada categoria (Personalidade e Instituição).