A Mostra Científica de Administração do CRA-RJ chegou a sua terceira edição e os vencedores foram anunciados durante o X Encontro de Administradores, nos dias 5 e 6 de outubro, no Centro de Convenções da Firjan.

mcaNesta edição, na categoria profissional, o primeiro lugar foi da Adm. Mayara Aparecida Rezende Martins com coautoria do Adm. Fernando Gonçalves Custódio, no artigo “Análise da viabilidade econômica e financeira para investimento em uma pequena central hidrelétrica”. A Administradora falou qual a motivação para trabalhar o tema do artigo.

“Comecei a escrever o artigo, porque trabalho em uma empresa de geração de energia que tem três pequenas centrais hidrelétricas e surgiu o interesse de fazer uma viabilidade para saber se era viável ou não abrir uma nova usina, que resultou no artigo”, descreveu.

20161005_154133Em segundo lugar, ficou o artigo “Expectativas de carreira dos formandos do curso de Administração de empresas: Um estudo realizado com os discentes de uma universidade privada do município de Cabo Frio”, da Adm. Ivini de Oliveira Bruni com coautoria da Adm. Denise Medeiros Sales. Bruni se disse muito feliz com a premiação e destacou a importância desse reconhecimento.

“Hoje é muito importante que, tanto estudantes, quanto profissionais, recebam incentivo para escreverem sobre a área, pesquisarem novos métodos e técnicas, e dessa forma, experimentarem. Foi um prazer muito grande participar e essa oportunidade do CRA-RJ é muito importante, pois dá visibilidade ao nosso trabalho”, disse.

20161005_154331Na categoria estudante, o primeiro lugar foi de Luis Claudio Bernardo Moura, com o trabalho “Instrumental, apoiado em metodologia Fuzzy para avaliação de consultores no desempenho da implementação dos sistemas de gerenciamento da cadeia de suprimento, no Estado do Rio de Janeiro”, que teve como coautor Harvey José Santos Cosenza. Luis Claudio destacou relevância da premiação.

“Agrega valor ao profissional e estudante que quer mostrar o seu trabalho e também possibilita que as empresas busquem e encontrem profissionais mais qualificados e que querem mostrar resultados”, disse.

Já Raven José apontou a motivação para a escolha do tema do artigo.

“A lógica fuzzy por trabalhar com a subjetividade, averiguando a parte quantitativa e qualitativa, vem nos trazendo e nos mostrando resultados muito eficazes. Experimentos foram feitos em várias indústrias com resultados satisfatórios, então continuamos trabalhando esse tema. A lógica fuzzy é algo recente aqui no Brasil”, destacou Raven.

20161005_154453O segundo lugar, na categoria estudante, foi Renan Gomes de Moura, com o artigo “’Nossa imagem não é boa para diversos estabelecimentos e até empresas’: O mercado de trabalho e as organizações como agentes transfóbicos”, que destacou o que deve ser trabalhado dentro das empresas, para que haja mudanças quanto a relação e aceitação dos gêneros.

“A política de diversidade tem que ser realmente eficaz dentro das organizações e as empresas devem passar a ter conhecimento sobre gênero. Um dos pontos levantados no artigo foi que as empresas confundem quando a pessoa chega com o nome masculino, mas se apresenta em um corpo feminino. O recrutador acha estranho e esse estranhamento não deve acontecer”, apontou Renan.

Todos os vencedores foram premiados com quantia em dinheiro e um certificado chancelado pelo CRA-RJ.

Destaque em Administração

Durante o X Encontro de Administradores, empresas e profissionais receberam premiações de destaque pelo trabalho desenvolvido, que contribui para o desenvolvimento da Administração.

A Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Assertemm) recebeu o prêmio de Empresa do Ano, pela competência na missão de estimular e difundir, junto à sociedade, o espírito empreendedor com base em valores sustentáveis. A instituição foi representada pela sua presidente, Márcia Constantini.

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm) recebeu o Prêmio Empresa Cidadã, por sua contribuição para melhoria e transformação social. Rodrigo Bandeira Santos, vice-presidente da empresa, foi o representante da instituição durante a premiação.

“Esse prêmio simboliza um setor que está crescendo, apesar do cenário nacional, e todas as empresas que partiram para o cenário digital e estão gerando empregos e negócios para o Brasil”, destacou Rodrigo, em discurso.

O Adm. Eduardo Bandeira de Melo, presidente do Clube de Regatas Flamengo, recebeu o Prêmio Emérito em Administração e apontou as mudanças no clube que administra, como resultado do trabalho em conjunto, desde que assumiu até os dias de hoje.

“O desafio no Flamengo vai se renovando. Encontramos o clube com uma enorme dívida e uma receita pequena em relação ao seu potencial, além de uma crise de credibilidade. O que fizemos foi tentar reverter essa situação, hoje o serviço não está pronto ainda, temos que avançar nas áreas esportiva e social, que foram sacrificadas nesse processo de ajustes”, disse o presidente do Flamengo, que aconselha os estudantes de Administração a estudarem finanças para se destacarem no mercado de trabalho.

O Adm. Lucas Guimarães Homem apontou a continuação dos estudos, o entendimento da profissão e oportunidades que surgiam, como principais contribuições para chegar até o recebimento do prêmio. Ele destacou o empreendedorismo como saída para os problemas enfrentados pela sociedade atual.

“Empreender pode ser uma solução, só que não podemos interpretar como algo aventureiro. Deve haver planejamento e metas a serem cumpridas”, disse o Administrador, que completou:

“Hoje não se pode falar que não tem acesso ou capital, se você buscar informação, consegue crescer profissionalmente. Não é a faculdade que faz você e sim você quem a faz. O tema do Encad desse ano só demonstra que até mesmo uma profissão tem que se atualizar e modernizar os seus conteúdos”, concluiu.