Na primeira palestra do dia, o Advogado Abel Chaves Júnior, assessor jurídico do CRA-MG e especialista em Direito de Empresas, falou sobre a realidade do profissional de Administração que atua como Responsável Técnico no dia a dias das organizações.

De acordo com o palestrante, é necessário que o profissional conheça profundamente as leis que regem sua atuação, pois isso pode ser vital para que possa desenvolver sua atividade corretamente.

“É importante que o Administrador conheça o que há na legislação sobre sua atuação, pois todos estão sujeitos a ela. Por exemplo, qualquer profissional que causar dano à sociedade ou a terceiros, irá pagar com seus bens pessoais”, registrou.

Esse conhecimento jurídico pode precaver várias consequências e problemas fiscais.

“Se não ficar provado o envolvimento da empresa nos casos de infração tributária, o Administrador irá responder sozinho. Então mesmo que o empregador mande ou autorize que se atue fora das conformidades legais, é importante que o profissional não se sujeite a tal atitude, pois as consequências podem ser pessoais”, afirmou Abel Chaves Júnior, lembrando ainda que para o crescimento profissional a leitura, o estudo e a participação em eventos deste porte são de suma importância.

Conscientização profissional

O assessor jurídico do CRA-MG também salientou que o alinhamento entre o profissional e o CRA a qual pertence deve acontecer naturalmente, pois a conscientização total do Responsável Técnico faz parte da sua atuação diária.

“Alguns bacharéis em Administração dizem que não vão se registrar porque o CRA nada faz por ele. Eu sempre respondo que os CRAs não devem fazer muita coisa pelo Administrador realmente, mas sim pela sociedade de uma forma geral. A atuação dos Conselhos profissionais é justamente garantir que o profissional atuante seja capacitado para beneficiar toda a população”, finalizou o advogado Abel Chaves Júnior.

IMG_4662 IMG_4664 IMG_4665 IMG_4668